Bolsonaro também venceu

O Conselho de Ética da Câmara acaba de arquivar, por 11 votos a 1, a representação que pedia a cassação do mandato de Jair Bolsonaro pela homenagem que fez ao coronel Carlos Brilhante Ustra durante a votação do impeachment de Dilma Rousseff.

Faça o primeiro comentário