Bolsonaro teme que Carlos "faça uma besteira"

Bolsonaro teme que Carlos “faça uma besteira”
Foto: Renan Olaz/CMRJ

A Crusoé resenhou o livro Tormenta – O governo Bolsonaro, de Thaís Oyama.

A jornalista conta que, durante a campanha presidencial, Carlos Bolsonaro ameaçou ir embora para nunca mais voltar, caso o pai insistisse em nomear Gustavo Bebianno como ministro da Secretaria-Geral da Presidência.

Na ocasião, meses antes de cair em desgraça e ser apeado do governo, Bebianno venceu a queda-de-braço. Não sem provocar avarias na relação pai e filho. Em protesto, Carlos cortou a comunicação com o pai e, mais uma vez, Bolsonaro ficou “fora de si” com o sumiço dele.

De acordo com o livro, o presidente cultiva o temor de que o “Zero Dois”, “usuário de medicamentos para estabilização de humor, faça uma besteira”. Talvez por isso a relutância de Bolsonaro em desagradá-lo.

Os assinantes da Crusoé podem ler a resenha completa aqui.

AS NOVAS SUSPEITAS CONTRA RENAN. Leia aqui
Mais notícias
Comentários
Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem. Em respeito a todos os leitores, não são publicados comentários que contenham palavras ou conteúdos ofensivos. Tempo de publicação: 4 minutos
Ler 142 comentários
TOPO