Assine
Acesse
Acesse o Antagonista+ Acesse a Crusoé

Bolsonaro tenta amenizar críticas por recuo: "O cara não lê a nota e reclama"

Em conversa com apoiadores, o presidente voltou a dizer que a nota em que se retratou com Alexandre de Moraes era necessária
Bolsonaro tenta amenizar críticas por recuo: “O cara não lê a nota e reclama”
Foto: Fábio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil

Jair Bolsonaro tentou amenizar as críticas que recebeu de parte de seus apoiadores por causa de seu recuo sobre os ataques a Alexandre de Moraes. Ontem, o presidente divulgou uma nota, idealizada por Michel Temer, dizendo que as ameaças que fez ao ministro em 7 de Setembro foram decorrentes do “calor do momento”.

Em conversa com apoiadores no cercadinho do Palácio da Alvorada, Bolsonaro afirmou que muitas das críticas partiram de pessoas que sequer leram a nota.

Cada um fala o que quiser. O cara não lê a nota e reclama. Leia a nota. Duas ou três vezes, é bem curtinha. São 10 pequenos itens, entenda. A gente vai acertando. O acúmulo de lixo, de problemas, é de 30, 40 anos. Está ganhando, está ganhando.”

Segundo o presidente, a manifestação da última terça-feira (7) deu um recado para o mundo. Após pedidos de fechamento do STF, Bolsonaro disse que não dá para ser “imediatista”.

Se o dólar dispara, influencia o combustível. Foi excepcional o trabalho de vocês. O retrato está no mundo todo e aqui também, em Brasília. Alguns querem imediatismo. Se você namorar e casar em uma semana, vai dar errado o teu casamento.”

Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO