Bolsonaro usa fake news para questionar Mandetta

Telegram

O Antagonista apurou que Jair Bolsonaro, antes da reunião com os demais ministros, questionou Luiz Henrique Mandetta sobre o contrato de publicidade do Ministério da Saúde.

Notícia que circulou no fim de semana informava que Mandetta havia renovado contrato de R$ 1 bilhão firmado no governo Dilma sem conhecimento da Secom.

Na verdade, o contrato licitado no governo Dilma e firmado no governo Temer é de R$ 256 milhões, dividido entre quatro agências de publicidade, e está registrado no sistema da Secom.

No ano passado, Mandetta usou R$ 183 milhões em campanhas de utilidade pública e o restante foi realocado para ações de Atenção Primária à Saúde.

Neste ano, o orçamento do Ministério sofreu corte de 14%, ficando em R$ 220 milhões, segundo consta do Orçamento. Até este momento, foram gastos R$ 90 milhões.

Comentários

  • Oswaldo -

    Os quatro contratos de 256 milhões

  • Oswaldo -

    Vejam os quatro contratos de R$ 256 milhões ignorados pelo Antagonista

  • Oswaldo -

    Aqui o Jornalista Oswaldo Eustáquio, autor da matéria classificada de forma equivocada pelo Antagonista como Fake News. A licitação 02/2016 está disponível no portal da transparência do governo

Ler 62 comentários