Assine
Acesse
Acesse o Antagonista+ Acesse a Crusoé

Bolsonaro usa protesto de indígenas para atacar STF

"Esse tipo de gente quer voltar ao Poder com ajuda daqueles que censuram, prendem e atacam os defensores da Constituição", escreveu o presidente no Twitter
Bolsonaro usa protesto de indígenas para atacar STF
Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil

O presidente Jair Bolsonaro usou um vídeo do protesto realizado por indígenas na Esplanada dos Ministérios contra o marco temporal para a demarcação de terras nesta sexta-feira (27) para atacar o STF novamente.

Como mostramos, manifestantes atearam fogo em caixões de papelão e levaram faixas com frases como “marco temporal não“, “fora garimpo“, “fora grileiros” e “condenação ao genocida“. No Twitter, Bolsonaro, que está em Goiânia, publicou a gravação e escreveu:

“Agora, em frente à Presidência da República. Esse tipo de gente quer voltar ao Poder com ajuda daqueles que censuram, prendem e atacam os defensores da Constituição Federal e da liberdade.”

Assista:

O STF já adiou duas vezes o julgamento do marco temporal. A Corte começou a analisar o caso nesta quinta-feira (26), mas a sessão foi suspensa e adiada para a próxima quarta-feira (1).

Mais notícias
TOPO