Assine
Acesse
Acesse o Antagonista+ Acesse a Crusoé

Bolsonaro vai esperar “ataque de Barroso” para pedir impeachment de ministro

Estratégia segue modus operandi do caso de Alexandre de Moraes, usando o pedido de cassação para contra-atacar alguma medida do presidente do TSE
Bolsonaro vai esperar “ataque de Barroso” para pedir impeachment de ministro
Reprodução/Facebook/Jair Bolsonaro

O presidente Jair Bolsonaro tem dito a interlocutores que vai esperar por um eventual ataque do ministro Luís Roberto Barroso para apresentar o pedido de impeachment do presidente do Tribunal Superior Eleitoral.

Em 14 de agosto, Bolsonaro prometeu ingressar com denúncias contra Barroso e Alexandre de Moraes. Na sexta-feira, o presidente apresentou pedido de impeachment de Moraes e deixou o de Barroso “em banho-maria”, nas palavras de um importante auxiliar do presidente.

A ideia de Bolsonaro é repetir o momento oportuno do pedido de Alexandre de Moraes e fazer a denúncia apenas após alguma manifestação mais contundente de Barroso ou depois de alguma medida do Tribunal Superior Eleitoral contra seus apoiadores.

Bolsonaro, como sempre, quer passara para a militância a imagem de que é a “vitima” da crise política, não o responsável por ela.

“Ao ser atacado, tendo o poder de usar uma caneta para contra-atacar, eu vou usá-la”, avisou o presidente, na sexta passada, sobre eventual pedido de impeachment de Barroso.

Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO