Bolsonaro vira assistente de acusação em caso respondido por Adélio

Jair Bolsonaro foi incluído como assistente de acusação no processo respondido por Adélio Bispo de Oliveira, o homem que tentou matar o presidente eleito.

Com a inclusão, Bolsonaro terá acesso a todas as informações dos autos, “como as quebras dos sigilos telefônico e bancário do acusado, bem como aos laudos de insanidade mental”, registra o G1.

A inclusão permite também que ele “proponha novos meios de prova, faça requerimentos para que sejam feitas perguntas às testemunhas e o credencia a participar da audiência de instrução de Adélio”.

Comentários

  • ANTONIO -

    Dia 2/01 o sr. Adélio vai começar a ser "espremido" e vai apontar direitinho quem mandou, pagou, quem eram os comparsas, a tal mulher e homem que passaram a faca e suas ligações políticas. Agua

  • Josemir -

    Adélio! você e os PTralhas que te contrataram para executar tal crime, estão lascados, pois a coisa vai mudar de rumo, chegou a vez do poste mijar no cachorro, vão se arrepender de ter nascido !!!

  • Andre -

    Queremos saber quem paga ou pagou os advogados? Quem são os mandantes? Pois existe ligação e alianças entre o ORCRIM e o partido das trevas PT e os demais partidos comunistas con certeza casa vai

Ler 50 comentários