Assine
Acesse
Acesse o Antagonista+ Acesse a Crusoé

Bolsonaro volta a atacar Barroso: “Quem ele é? Deveria ser o primeiro a falar em democracia”

Após ser acusado de ter espalhado mentiras sobre o processo eleitoral, o presidente endureceu o discurso contra o Tribunal Superior Eleitoral
Bolsonaro volta a atacar Barroso: “Quem ele é? Deveria ser o primeiro a falar em democracia”
Reprodução/TV BrasilGov/YouTube

Em sua live semanal, Jair Bolsonaro voltou a atacar o presidente do Tribunal Superior Eleitoral, Luís Roberto Barroso. Ele disse que Barroso “deveria ser o primeiro a falar em democracia” e associou a resistência do presidente do TSE à PEC do voto impresso à uma suposta ligação dele com partidos de esquerda.

“Ele quer manter a suspeição das eleições? Quem ele é? Não quero acusá-lo de nada, mas algo muito esquisito acontece”, disse o presidente.

“Queria entender a ferocidade do presidente do TSE em não querer discutir, em não querer falar sobre uma contagem pública de votos. Ou sobre uma forma de ajudá-los. Por que o presidente do TSE, na eminência de ver a PEC da deputada Bia Kicis, reuniu várias lideranças partidárias e a, partir daí, ocorreram mudanças na comissão. Que poder esse homem tem? Por que ele teme tanto o ‘voto democrático’? Por que ele não quer?”, disse Bolsonaro.

“Ele quer a aquietação do povo? Quer que movimentos sujam no futuro, com aquilo que não condiz com a democracia?”, prosseguiu o presidente da República. “O senhor deveria ser o primeiro a ter humildade. A falar em democracia, a falar em transparência”, concluiu Bolsonaro.

Após Bolsonaro ter insistido na tese de que houve fraude nas eleições de 2014 e 2018, o presidente do TSE reagiu e afirmou que “a mentira deliberada tem dono, e essa precisa ser adequadamente denunciada”.

Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO