Assine
Acesse
Acesse o Antagonista+ Acesse a Crusoé

Bolsonaro volta a defender armamento: "Vou cortar o nariz para evitar estupro?"

Presidente da República disse que porte de armas evitaria que população fosse escravizada por ditadores
Bolsonaro volta a defender armamento: “Vou cortar o nariz para evitar estupro?”
Foto: Youtube

Durante sua live de hoje, Jair Bolsonaro (foto) voltou a defender a flexibilização do porte de armas e disse que a violência não pode ser associada ao fato de a população andar armada.

Para provar a sua tese, o presidente da República recorreu às suas metáforas de cunho sexual.

“Eu não vou falar aqui, porque é palavrão. E eu sou um cara educado. É como diz aquela história: ‘Eu entreguei minha arma, estou ajudando a combater a violência’. Aí o outro disse: ‘Você já cortou o nariz para evitar o estupro?’ A pessoa armada é uma segurança para a sua família”, disse Bolsonaro.

“Com um povo armado, jamais aparecerá um canalha, um ditador de plantão, para querer mudar o regime daquele país. Jamais”, completou.

Mais notícias
TOPO