Assine
Acesse
Acesse o Antagonista+ Acesse a Crusoé

Bolsonaro volta a defender voto impresso

Bolsonaro volta a defender voto impresso
Foto: Reprodução/Redes Sociais

O presidente Jair Bolsonaro voltou a defender a implementação do voto impresso nas eleições de 2022.

Após causar aglomerações durante passeio de moto em Brasília, Bolsonaro disse que a votação precisa ser auditável.

Desde março do ano passado, o presidente tem dito, sem provas, que a eleição que venceu em 2018 foi fraudada. Segundo ele, a vitória deveria ter sido consolidada ainda no primeiro turno.

“Ganhe quem ganhar, mas na certeza, e não da suspeição da fraudeNão podemos admitir isso porque o voto é a essência da democracia.”

Bolsonaro ganhou um beijo da deputada Bia Kicis (PSL-DF), a quem chamou de mãe do voto auditável. Os dois, evidentemente, estavam sem máscara.

Leia mais: Assine a Crusoé e apoie o jornalismo independente.
Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO