Bolsonaro volta a ser espécime reconhecível em Brasília

Ao discursar na Bahia, na inauguração de um sistema de abastecimento de água em Campo Alegre de Lourdes, Jair Bolsonaro voltou a dizer que chegou onde chegou graças a Deus.

O presidente disse também que foi “buscando parcerias” para governar dentro da Câmara e do Senado e que “elas foram aparecendo”. E continuou:

“Pouco tempo depois, muita coisa começa a surgir em nosso país. Começamos enfrentando uma pandemia, ninguém esperava isso, mas ela veio, e nós fizemos todo o possível para que os seus efeitos fossem minoradas — mas fizemos isso, tendo ao nosso lado valorosos senadores e deputados, muitos aqui presentes. Eu quero me referir, em especial, à bancada da Bahia.” Em seguida, Bolsonaro começou a ler o nome dos donos do pedaço.

Bolsonaro passou a seguir o roteiro que pode levá-lo a ser reeleito. Voltou a ser um espécime reconhecível pelos seus pares em Brasília e nos rincões que eles comandam como coronéis.

Leia mais: Sócios no desastre: a responsabilidade dos governadores na pandemia. Clique aqui para ler mais
Mais notícias
Comentários
Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem. Em respeito a todos os leitores, não são publicados comentários que contenham palavras ou conteúdos ofensivos. Tempo de publicação: 4 minutos
Ler 108 comentários
TOPO