Bolsonaro volta a defender mudança nas leis trabalhistas

No seu encontro de hoje com os parlamentares do DEM, Jair Bolsonaro voltou a defender mudanças nas leis trabalhistas e a dizer que ser patrão no Brasil é “um tormento”, registra a Folha.

“No que for possível, sei que está engessado o artigo sétimo [da Constituição], mas tem que se aproximar da informalidade”, disse o presidente eleito aos deputados.

Bolsonaro prometeu ainda, “se tiver clima”, resolver o “problema’ do Ministério Público do Trabalho.

“Não dá mais para continuar quem produz sendo vítima de uma minoria, mas uma minoria atuante.”

Os novos 'donos do poder': você precisa saber o que eles querem e o que estão dispostos a fazer. LEIA AQUI

Deixe seu comentário

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem;
Tempo de publicação: 4 minutos

200

  1. Ao meu ver o melhor caminho é aperfeiçoar a legislação do trabalho autônomo, dar mais segurança, dinamismo e desburocratizar esta modalidade. E fazer o trabalho com carteira se aproximar a este.

Ler mais 37 comentários
  1. Ao meu ver o melhor caminho é aperfeiçoar a legislação do trabalho autônomo, dar mais segurança, dinamismo e desburocratizar esta modalidade. E fazer o trabalho com carteira se aproximar a este.

  2. a questão não é só o que se paga pra empregado é mais o que se paga ao governo sem ter retorno… e o discurso trabalhista ha de ser focado nos deveres dos mesmos e não so os beneficios…

  3. Não precisamos de patrão, não precisamos do peso morto do governo. BOLSONARO não entende nada de economia. E pelo visto o resto vai aprender da pior forma. ACORDA. Senão o “mito” vira “MICO”.

    1. Se o empregado for o problema manda todo mundo embora. A informalidade tá aqui de braços abertos, sem patrão, sem atravessadores e sem atrapalhadores. O mundo mudou. Hora de acordar!

    1. BOLSONARO vai acabar com o Brasil. Realmente não entende nada de economia. Nem mundo. Acredita que cortando benefícios vai ajudar o patrão. Vão quebrar a cara. O mundo mudou. Acabou a ESCRAVIDÃO

  4. Ao cortar impostos vai melhor a qualidade do emprego, vai haver mais contratações, maior salário e muito maior arrecadação. Fora isso vai ser um péssimo negócio e péssimo governo.

  5. Se cortar direitos, vamos mais para a informalidade. Vai cair muito a arrecadação. O certo e louvável é cortar impostos da produção. E aumentar o cirtr a medida qur o empresário contratar mais.

  6. Concordo plenamente estar na hora de acabar com essa farra. Agora é trabalho forçado e nada de salario minimo para essa banda de trabalhadores que só dificulta a vida dos empresários. MITO! MITO!M

    1. Se para livrar o patrão, for tirar direitos do empregado vai aumentar a informalidade. Se quer realmente melhor o país tem qur cortar impostos e drasticamente

  7. tem de mexer com trabalhador da iniciativa privada ,não ! tem de primeiro acabar com as mordomias ,dos funcionário públicos ,militares ,políticos e juízes. pau no (0) de vcs também !