ACESSE

Bolsonaro x Guedes

Telegram

A reforma da Previdência foi motivo de embate entre Jair Bolsonaro e Paulo Guedes já na primeira reunião ministerial do governo, ocorrida ontem.

Bolsonaro disse que espera uma proposta “mais realista”, com chances de aprovação na Câmara. Guedes rebateu e defendeu uma “reforma de verdade ou reforma nenhuma”.

O ministro explicou que faria na próxima semana uma apresentação detalhada com a exposição de motivos.

Mas Bolsonaro optou por fazer sua própria exposição ao SBT, tirando da cartola números que não fazem sentido para a equipe econômica.

A declaração do presidente em rede nacional provocou fortes discussões entre ministros e secretários ao longo da madrugada.

Hoje pela manhã, o time se reuniu novamente. A orientação é não expor a divergência para evitar que Bolsonaro se torne inflexível.

Pesquisa exclusiva: o que os brasileiros querem de Bolsonaro? LEIA AQUI

Comentários

  • Dsd -

    O Temer não aprovou a reforma de 65 anos porque é inviável, porque a expectativa de vida no Nordeste, e em regiões pobres não chega aos 65 anos. Aí, desistiu, fazendo a intervenção no Rio.

  • Luisa -

    Presidente, vice, ministros e secretários não podem ser fontes de jornalistas. Só façam anúncios por nota oficial e através de porta voz. Não dêem margem a interpretação mal intencionada!

  • Eduardo -

    Bolsonaro cada vez mais parecido com Dilma. Acho que teremos o impeachment em 2019. Não aceitaremos estelionato eleitoral de corporativista xucro!

Ler 565 comentários