Assine
Acesse
Acesse o Antagonista+ Acesse a Crusoé

Bonat condena ex-gerente da Petrobras e executivos da Alusa

Bonat condena ex-gerente da Petrobras e executivos da Alusa
Foto: Tânia Rêgo / Agência Brasil / CP

Luiz Antonio Bonat condenou, no âmbito da Lava Jato, o ex-gerente da Petrobras Glauco Colepicolo Legatti a 15 anos de prisão por corrupção e lavagem.

Junto com ele, foram condenados quatro ex-executivos da construtora Alusa: José Lázaro Alves Rodrigues (15 anos), César Luiz de Godoy Pereira (13 anos), Luís Eduardo Campos Barbosa da Silva (11 anos) e Sérgio Souza de Boccaletti (7 anos).

Na acusação, o Ministério Público Federal acusou a empresa de pagar, 2009 a 2014, propina de 9,6 milhões ao ex-gerente, em troca de habilitação e contratação para obras na Refinaria Abreu e Lima, em Pernambuco.

“Quanto aos crimes de corrupção reconhecidos, deve ser observado que se deram com evidente interligação, desde que o objetivo buscado pelos agentes era, especificamente, obter as vantagem decorrentes do contrato celebrado entre ALUSA e PETROBRÁS, mais especialmente a implementação da Casa de Força – CAFOR – da Refinaria Abreu e Lima – RNEST. Para isso, desenvolveram atos de corrupção para com os agentes da PETROBRÁS, atingindo o fim almejado”, descreveu o juiz.

Ainda cabe recurso ao TRF-4.

Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO