Bozzella compara ameaças de Bolsonaro a "birras de criança"

Bozzella compara ameaças de Bolsonaro a “birras de criança”
Foto: Isac Nóbrega/PR

Jair Bolsonarocomo noticiamos há pouco, ao renovar suas críticas ao STF, disse que “o Brasil está na iminência de virar um barril de pólvora”.

deputado Júnior Bozzella, vice-presidente nacional do PSL, não leva mais o presidente a sério. Ele disse a O Antagonista:

“As ameaças do Bolsonaro, no início, até assustavam. Agora, a gente sabe que são como birras de criança: a gente escuta e ignora, porque uma hora vai passar, não levam a lugar algum.”

Bozzella acrescentou que, no entender dele, se não houver impeachment antes, “Bolsonaro será massacrado nas urnas” em 2022.

“É melhor o Bolsonaro ir se acostumando. A saída dele é inevitável.”

Leia mais: A prisão do deputado Daniel Silveira, que ofendeu ministros do STF num vídeo, é mais um capítulo da avacalhação da democracia brasileira.
Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO