Braço direito de brasileiro da Nissan é solto sob fiança

O americano Greg Kelly, de 62 anos, braço direito do franco-brasileiro Carlos Ghosn, presidente mundial da aliança entre as montadoras Nissan-Renault-Mitsubishi, foi solto hoje após pagar fiança de US$ 635 mil, o equivalente a quase R$ 2,5 milhões, aceita pela Justiça do Japão.

Os promotores apelam da decisão.

O braço direito de Ghosn na Nissan foi acusado em 10 de dezembro de ter ajudado o executivo franco-brasileiro a ocultar parte de sua renda das autoridades da Bolsa – um valor que chegou a 5 bilhões de ienes (cerca de 38 milhões de euros) em cinco anos, de 2010 a 2015.

Kelly também é suspeito de ter participado de uma operação similar de redução dos honorários de Ghosn (que nasceu em Guajará-Mirim, Rondônia, filho de libaneses) de 2015 a 2018.

Ele nega qualquer fraude.

Operação Lava Toga: a chance de limpar o Judiciário. SAIBA MAIS

Deixe seu comentário

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem;
Tempo de publicação: 4 minutos

200

  1. Noely disse:

    RSB0b2RhIGVzdGEgcGVxdWVuYXMgZm9ydHVuYXMgcXVlIHNlIHBhZ2FzIHBvciB1bSBhdXRvbfN2ZWwgbmVzdGUgcGHtcywgZSBkZXBvaXMgdmVtIGEgdG9uYSBxdWUgZXN0YSBtb250YWRvcmFzICBzYfUgY29uc3RpdHXtZGFzIGRlIGJhbGFpb3MgZGUgZ2F0b3Mu

Ler comentários
  1. Maria disse:

    RSwgZW5xdWFudG8gaXNzbywgVGVtZXIgZGEgaXNlbufjbyBkZSAyNTAgYmlsaPVlcyBhIGVzc2FzID9tb250YWRvcmFzPyEgQWgsIGVzcXVlY2kgcXVlIGVzdGFtb3Mgbm8gQnJhc2lsOyBu428gbm8gSmFw428uLi4g