Assine
Acesse
Acesse o Antagonista+ Acesse a Crusoé

Braga Netto 'deveria ser punido severamente', diz cientista político

O presidente da Fundação Liberdade Econômica, Márcio Coimbra, afirmou que 'a democracia não é refém das Forças Armadas'
Braga Netto deveria ser punido severamente, diz cientista político
Reprodução: Youtube/O Antagonista

O cientista político, Márcio Coimbra, presidente da Fundação Liberdade Econômica, defendeu, em entrevista ao Papo Antagonista, que o ministro da Defesa, Walter Braga Netto, seja punido por sua ameaça sobre as eleições de 2022. Mais cedo, o Estadão noticiou que o general teria condicionado a validade do pleito à implementação do voto impresso no Brasil.

Coimbra ressaltou a credibilidade das jornalistas responsáveis pela reportagem e cobrou dos parlamentares brasileiros uma iniciativa no sentido de punir o ministro.

Não existe o porquê de o ministro Braga Netto tratar desse assunto. A democracia não é algo que se trata no âmbito das Forças Armadas. Democracia se discute dentro do Congresso Nacional. Eleições se descutem dentro do Congresso Nacional, local de onde as Forças Armadas não fazem parte, de onde o general Braga Netto não faz parte. Portanto, não cabe a ele emitir opinião sobre esse assunto. Se emitiu, deveria ser punido severamente e exemplarmente, para mostrar que o Brasil é um país sério. Cabe aos parlamentares investigar isso e provar a verdade. A democracia não é refém das Forças Armadas.”

Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO