Assine
Acesse
Acesse o Antagonista+ Acesse a Crusoé

Braga Netto diz que não há leitos de UTI vagos em hospitais militares

Braga Netto diz que não há leitos de UTI vagos em hospitais militares
Reprodução/TV Senado/YouTube

O ministro da Defesa, Braga Netto, disse nesta quinta (29) a senadores que não há leitos de UTI vagos nos hospitais militares.

“O fato é: não existe hoje leito disponível – leito ocioso, vamos dizer, não é disponível – ocioso nos nossos hospitais. Nossos hospitais estão completos. O leito que está vago é exatamente do rodízio de quem está na UTI, sai da UTI para entrar um pior na UTI. Nós podemos apresentar isso para os senhores”, disse Braga Netto à Comissão de Relações Exteriores do Senado.

“Nós estamos disponíveis ao senhor [senador Nelsinho Trad], se o senhor quiser detalhes, eu posso mandar a informação toda para o senhor, que foi mandada para aquele jornal e o repórter retificou”, acrescentou.

Braga Netto se refere a uma reportagem da Folha, publicada em 6 de abril. O texto não foi ‘retificado’ pelo jornal, ao contrário do que disse o ministro. A reportagem original mostrou que que quase todas as UTIs da Aeronáutica, por exemplo, estavam lotadas. Em 14 unidades de saúde do Exército, a ocupação geral era de 50% ou menos, mas nas UTIs “há um cenário de superlotação”. Na Marinha, “não havia vagas de UTI”.

“Nós não temos disponibilidade”, acrescentou Braga Netto aos senadores. “O nosso índice de contaminação é maior quando se conta a família militar como um todo, porque a nossa faixa etária na família militar, que abrange o pessoal da reserva, etc. é maior”.

“Na realidade, o índice de contaminação dentro da família militar é maior, bem maior do que o da população em geral”.

Braga Netto foi convocado ontem (28) para falar à Comissão de Fiscalização Financeira e Controle da Câmara sobre a situação dos leitos de UTI em hospitais militares.

Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO