ACESSE

O Brasil continua financiando a ditadura cubana

Telegram

O Antagonista revelou um relatório do Ministério da Saúde que mostrava o quanto o governo brasileiro havia gasto no Programa Mais Médicos — e o quanto disso ficou com a ditadura cubana.

Em quatro anos, R$ 5,7 bilhões foram repassados à Opas (Organização Panamericana de Saúde). Desse total, 75% escoaram para a ditadura de Raúl Castro.

Revoltante? O STF não achou, já que, em novembro, decidiu pela legalidade do programa que emprega médicos cubanos.

O problema não é financiar um sistema de saúde nacional. O problema é financiar ditaduras.

Comentários

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem. Em respeito a todos os leitores, não são publicados comentários que contenham palavras ou conteúdos ofensivos. Tempo de publicação: 4 minutos
Ler 21 comentários