Brasil é ameaça para América Latina e para o resto do mundo, diz OMS

Brasil é ameaça para América Latina e para o resto do mundo, diz OMS
Foto: Reprodução/OMS/YouTube

O diretor-geral da OMS, Tedros Adhanom, disse nesta sexta-feira 5 que a situação da Covid-19 no Brasil deve ser levada “muito a sério”.

Segundo ele, se o país não fizer isso, colocará em risco a América Latina e o resto do mundo.

“Não é sobre o Brasil. Mas sobre a região e todos os demais.”

De acordo com Tedros, enquanto o mundo viu uma queda na taxa de mortes, o Brasil continuou a ver os números subindo.

O diretor-executivo de emergências da entidade, Mike Ryan, afirmou que o país não deveria relaxar medidas de proteção contra a doença no momento.

Ryan afirmou que apesar das vacinas, a pandemia não acabou.

“Estou muito preocupado, os governos e as pessoas pensam que chegamos ao fim desta pandemia, mas não chegamos. A chegada das vacinas contra a Covid-19 é um momento de esperança, mas pode ser um momento em que perdemos o foco.”

Ontem, o Brasil ultrapassou a marca de 260 mil mortes em decorrência da Covid-19.

 

Leia mais: O furo de reportagem de O Antagonista sobre a mansão comprada por Flávio Bolsonaro em Brasília é dissecado na edição desta semana da Crusoé
Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO