"Brasil já foi exemplo na saúde pública", diz Gilmar

“Brasil já foi exemplo na saúde pública”, diz Gilmar
Foto: Fellipe Sampaio/SCO/STF

No início do voto sobre a proibição de cultos e missas presenciais, Gilmar Mendes falou que a “tragédia” das mortes da Covid exige colaboração de órgãos públicos e sociedade.

“O Brasil que já foi exemplo em importantes atividades de saúde pública, como a política de vacinação, reconhecida pela OMS como exemplar, atualmente o Brasil é o líder mundial em número de mortes”, afirmou o ministro.

Antes, citou números da epidemia no Brasil: 337.364 mortes causadas pelo novo coronavírus e o recorde, ontem, de 4.211 óbitos em 24 horas.

“Somos 2,7% da população mundial, mas 27% das mortes por Covid que ocorrem no planeta ocorrem aqui, sob nossos olhos.”

Gilmar Mendes é relator da ação do PSD que pede a reabertura dos templos e igrejas em São Paulo. Na segunda, ele manteve o decreto de João Doria.

Leia mais: Assine a Crusoé, a publicação que fiscaliza TODOS os poderes da República.
Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO