Assine
Acesse
Acesse o Antagonista+ Acesse a Crusoé

Brasil poderia ter recebido 18,5 milhões de doses até junho, diz ex-CEO da Pfizer Brasil

Contrato assinado prevê 13,5 milhões de doses até junho
Brasil poderia ter recebido 18,5 milhões de doses até junho, diz ex-CEO da Pfizer Brasil
Foto: Edilson Rodrigues/Agência Senado

Carlos Murillo, ex-CEO da Pfizer no Brasil, disse à CPI da Covid que o Brasil poderia ter recebido 18,5 milhões de doses de vacina até junho de 2021, conforme uma proposta feita em 26 de agosto de 2020.

“1,5 milhão em 2020, 3 milhões para o primeiro trimestre de 2021, 14 milhões para o segundo trimestre, 26,5 milhões para o terceiro trimestre de 2021 e 25 milhões para o terceiro trimestre de 2021. Isso até a terceira oferta, em agosto”, disse o empresário, nesta quinta (13).

O contrato só foi assinado em março deste ano, já com outras condições: 13,5 milhões de doses a serem entregues até junho.

Portanto, com a demora, o Brasil perdeu 5 milhões de doses a serem entregues até o 1º semestre, se não ocorressem atrasos.

Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO