Brasil precisa ampliar testagem e passar "mensagem consistente" sobre Covid-19, diz Opas

A Organização Pan-Americana da Saúde (Opas), braço da OMS nas Américas, voltou a cobrar do Brasil a ampliação da testagem para a Covid-19.

O diretor do Departamento de Doenças Transmissíveis da entidade, Marcos Espinal, disse que as autoridades brasileiras precisam passar uma “mensagem consistente” à população, para evitar que as pessoas se confundam em meio ao agravamento da epidemia.

“A Opas pede constantemente ao Brasil para aumentar o número de testes. Pede que a mensagem seja consistente. Se não há uma mensagem consistente, a população se confunde. Isso preocupa a Opas”, afirmou.

Espinal disse também que “o sistema de atenção primária no Brasil é um dos melhores da América e do mundo e deve ser aproveitado”.

Clarissa Etienne, diretora da Opas, estimou que a América Latina deve chegar a 438 mil mortes por Covid-19 até outubro se o isolamento social recomendado pela OMS não for adotado pelos países da região.

“[A reabertura] Requer a implementação de um conjunto de medidas de saúde pública para rastrear novos casos e desenvolver capacidade suficiente para detectar e controlar novos surtos”, disse Etienne.

Leia mais: A guinada de Bolsonaro para ficar no poder
Mais notícias
TOPO