“Brasil vai ter menos vacinas que outros países”, diz cardiologista Ludhmila Hajjar

“Brasil vai ter menos vacinas que outros países”, diz cardiologista Ludhmila Hajjar
Foto: O Antagonista

A médica cardiologista Ludhmila Hajjar afirmou agora há pouco ao Papo Antagonista que, mesmo se a iniciativa privada obtiver autorização para participar do processo de aquisição de vacinas, o Brasil terá dificuldade para comprar imunizantes no mercado internacional.

Hoje, o plenário da Câmara concluiu a votação do projeto de lei que permite à iniciativa privada comprar vacinas, para a imunização gratuita de seus empregados. Agora, a proposta segue para análise do Senado.

“A gente precisa da iniciativa privada. Se o Brasil trabalhasse em parceria com a iniciativa privada, muitas mortes poderiam ser evitadas. A gestão de leitos poderia ter sido unificada, assim como a gestão de insumos. Como se controla uma pandemia sem a associação de vários atores? Sou completamente favorável à participação da iniciativa privada”, disse a médica, fazendo uma ressalva.

“Entretanto, não tem vacina. E para o Brasil vai ter menos vacina que os outros. O Brasil negou a doença, porque se falou que vacina transformava a pessoa em jacaré, porque a doença era uma gripezinha besta. Isso tudo foi deixando o Brasil longe das ações internacionais”, lembrou Ludhmila.

Leia mais: Assine a Crusoé, a publicação que fiscaliza TODOS os poderes da República.
Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO