Brasília está veementemente serena

Ao determinar a volta de Aécio Neves ao Senado, Marco Aurélio Mello disse que a hora é de “serenidade”.

Aécio Neves, em nota, disse que recebia a decisão do ministro com “absoluta serenidade”.

Hoje de manhã, Ilan Goldfajn, presidente do Banco Central, disse que encara o momento atual com “serenidade”.

Brasília está veementemente serena.