BRASKEM RENDEU MAIS R$ 50 MILHÕES PARA O PP

Segundo o MPF, o segundo esquema diz respeito à renegociação do preço da nafta à Petrobras, que passou a comprá-la da Braskem com desconto de 8% sobre o preço internacional – isso gerou um prejuízo à estatal e propina a Paulo Roberto Costa, responsável pela negociação.

PRC repassou 70% do valor da propina (R$ 49,9 milhões) para o PP e seus integrantes.