Braskem sonega dados, diz Marcelo Odebrecht

A Braskem, braço petroquímico do grupo Odebrecht na construção civil, recusa-se a fornecer para Marcelo Odebrecht mensagens eletrônicas de interesse da investigação sobre parlamentares federais, que podem ser usadas como provas no seu acordo de delação fechado com a PGR.

Foi o que disse o próprio Marcelo à Polícia Federal em depoimento de 16 novembro, quando ainda estava preso em Curitiba, informa a Folha.

Odebrecht foi indagado sobre “apoios prestados” ao grupo Odebrecht em “atos legislativos”, em especial “medidas provisórias”, por parlamentares federais como o senador Aécio Neves.

Esse ponto da investigação pode identificar eventuais contrapartidas dadas por parlamentares a doações eleitorais oficiais, propina e caixa dois.

A Braskem alegou, segundo Marcelo, “que se tratavam de emails classificados como ‘privilegiados’ por transitar pela área jurídica”.

Para ele, no entanto, são “informações relevantes que em nada dizem respeito à relação ‘advogado-cliente'”.

Comentários temporariamente fechados.

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem.

  1. luizs disse:

    bWFyY2VsaW5obyBwaXJvdSEgU2UgYSBCcmFza2VtIHBlcnRlbmNlIOAgb2RlYnJlY2h0LCDpIHPzIG1hbmRhciBlbWJvcmEgcXVlbSBlc3ThIHNvbmVnYW5kbyBhIGluZm9ybWHn428sIG9yYSBlc3Nhcy4=

Ler comentários
  1. Não disse:

    TuNvIGN1bXByZSBvIGFjb3Jkbz8gTWV0YW0gbyBzYWZhZG8gbmEgY2FkZWlhIG5vdmFtZW50ZS4=

  2. O disse:

    TuNvIHRlbSBwcm9ibGVtYSEhISBFbGUgdm9sdGEgcHJhIGNhZGVpYSwgZSBmaWNhIHR1ZG8gY2VydG8sIG7jbyDpIG1lc21vPz8/IEFsaeFzIGRlIG9uZGUgbnVuY2EgZGV2ZXJpYSB0ZXIgc2HtZG8hISBWYyBq4SBwYXJhcmFtIHByYSBhbmFsaXNhciBxdWUgb3MgcXVlIHBhZ2FyYW0gcHJvcGluYSBlc3Tjby8gZXN0YXZhbSBwcmVzb3M7IG1hcyBvcyBxdWUgcmVjZWJlcmFtIG7jbyEhISEhcG9yIHF1ZSBzZXLhPz8/

  3. Morenos? disse:

    QSBoaXN083JpYSBkb3MgP21vcmVub3M/IGRvIEHpY2lvIHRlbSBkZSBzZXIgaW52ZXN0aWdhZGEuIFRhIGHtIGEgcmVzcG9zdGEgcHJhIHR1ZG8u

  4. tutameia disse:

    ZmljbyBwZW5zYW5kbyBub3MgY2FyYXMgcXVlIGdhbmhhbSBhIHZpZGEgY29tIGVzc2FzIG5vdGljaWFzLi4uZGlhIGUgbm9pdGUgY29tIGVzc2FzIGNvaXNhcyBuYSBjYWJl52EuIHF1ZSBzZXLhIHF1ZSB0b21hbSBwYXJhIG8gZXN0b21hZ28/PyBlIHBhcmEgZG9ybWlyPz8/