Assine
Acesse
Acesse o Antagonista+ Acesse a Crusoé

Bretas é o próximo alvo de Gilmar

Bretas é o próximo alvo de Gilmar
Foto: Fellipe Sampaio/SCO/STF

No julgamento da suspeição de Sergio Moro, ontem, Gilmar Mendes também atacou a atuação de Marcelo Bretas, que supervisiona a Lava Jato do Rio. Afirmou que, assim como teria ocorrido em Curitiba, a 7ª Vara passou a abarcar casos sem relação com a operação.

“Cabia tudo na vara de Curitiba… Como também nesta 7ª Vara do Rio de Janeiro! Nós temos tido casos em que tem que se retirar, porque ela também se tornou algo espiritual. Qualquer coisa tem a ver… Corrupção na esfera estadual, vai para a 7ª Vara, que também está extremamente mal falada”, disse o ministro.

Citou depois o caso do advogado Nythalmar Dias Ferreira Filho, que já defendeu alguns réus da Lava Jato do Rio. Ele se tornou alvo de investigação pela suspeita de tentar vender para eles facilidades junto a Bretas, como penas reduzidas e delações premiadas.

“Isso virou um antro, um grande problema. Por isso tenho dito a meus amigos do STJ, do Conselho da Justiça Federal, ‘façam alguma coisa’, antes que a Justiça Federal se comprometa indelével, de maneira irreparável. Isso é muito sério”, disse Gilmar no julgamento de ontem.

Em dezembro, o ministro mandou o Conselho Nacional de Justiça apurar a conduta de Bretas. Ele teria descumpriu ordem do próprio Gilmar de enviar para a Justiça Eleitoral uma investigação sobre o secretário de Transportes de São Paulo, Alexandre Baldy.

Leia mais: Assine a Crusoé e apoie a o jornalismo independente.
Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO