ACESSE

A briga por um gabinete do Senado que foi parar na Justiça

Telegram

Ainda repercute no Senado a briga por um gabinete, às vésperas do início da legislatura, entre os novatos Angelo Coronel e Irajá Abreu, ambos do PSD.

O Antagonista soube que em uma das reuniões entre os dois para se tentar chegar a um acordo, a Polícia Legislativa precisou ser chamada para contê-los.

O gabinete desejado pertencia a Vicentinho Alves, adversário de Irajá em Tocantins, que, derrotado nas urnas pelo filho de Kátia Abreu, acabou cedendo o espaço a Coronel, da Bahia.

Irajá não gostou e a disputa, acreditem, foi parar na Justiça.

Após uma guerra de liminares, o senador baiano — que já tinha ocupado o gabinete — foi obrigado a ceder.

Esses são os novos políticos?

Você já descobriu em quem não votar? Veja aqui!

Comentários

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem. Em respeito a todos os leitores, não são publicados comentários que contenham palavras ou conteúdos ofensivos. Tempo de publicação: 4 minutos
Ler 21 comentários