ACESSE

Bruno Covas: "Pior omissão do partido é não jogar luz no caso do Aécio"

Telegram

Bruno Covas voltou a criticar o PSDB por manter Aécio Neves em seus quadros.

“Os principais erros do PSDB se devem, especialmente, às omissões que o partido teve em momentos cruciais da história recente. A pior omissão do partido é não jogar luz no caso do Aécio Neves, pego em um áudio pedindo dinheiro ao dono da JBS”, afirmou o prefeito de São Paulo em entrevista à Deutsche Welle Brasil.

O tucano disse ainda que estar no mesmo partido de Aécio, para ele, é “um incômodo”.

Outro erro do PSDB, segundo o prefeito, foi ter demorado a desembarcar do governo de Michel Temer.

“O impeachment [de Dilma Rousseff] era um clamor popular, as pessoas foram às ruas pedir isso e, como responsável pelo impeachment, o partido precisava ajudar o governo Temer. Mas errou na hora em que não soube desembarcar do governo quando ele se mostrou vinculado às mesmas políticas de formação de maioria e uso da máquina pública que tinham [sic] no governo do PT.”

Questionado como avalia o governo de Jair Bolsonaro, Covas respondeu:

“Se tem uma coisa de que não podemos acusar Bolsonaro é estelionato eleitoral. Ele faz aquilo que sempre defendeu e acreditou, questões que me levaram, inclusive, a não votar nele. Dizer que não houve ditadura, que índio, mais um pouco, vira gente. Posições que não permitiram que o país avançasse mais nas reformas. Espero que, pelo menos do ponto de vista econômico, o país possa avançar. Mas que essa agenda mais conservadora seja barrada pelo Congresso, como tem sido.”

COMO ELE VIROU O VICE QUE BOLSONARO QUER. Saiba mais

Comentários

  • AMAURY -

    O Aécio e sua vida político privada, está cheirando que vai ser o motor das campanhas de todos os políticos do PSDB.

  • Eduardo -

    Como exPSDB concordo plenamente com o Bruno, Não e a toa que é neto do grande Mário Covas.

  • Roberto -

    Esse é o pensamento do PSDB. Porisso renego esse partido há muito tempo. Socialista Fabiano.

Ler 28 comentários