Bumlai + Bertin = Immbrax

Num dos termos de depoimento de sua delação, Fernando Baiano explicou que pagou os R$ 2 milhões para a nora de Lula por meio de contratos de fachada com uma empresa de equipamentos de Bumlai.

A empresa chama-se Immbrax, sociedade dos grupos Bumlai e Bertin.

200