Bumlai mente

Em sua delação, Salim Schahin confirmou à PF o que eu (Claudio) revelei na ISTOÉ em fevereiro: José Carlos Bumlai pegou no banco Schahin um empréstimo de R$ 12 milhões destinado ao PT. Bumlai já disse à imprensa que pagou o empréstimo, mas foi desmentido.

Segundo o próprio Salim, “Bumlai nunca pagou o empréstimo, mas teve a dívida perdoada em 2009, dois anos depois do contrato com a Petrobras”.

Nem precisava ter dito, pois a prova de que o pecuarista nunca pagou está no documento do Banco Central. A dívida de R$ 12 milhões já estava em mais de R$ 15 milhões quando o Banco Schahin quebrou e foi vendido ao BMG.