Bumlai tem a prova dos R$ 60 milhões de Lula

No depoimento à PF, José Carlos Bumlai negou repasses ao PT, as reuniões com Salim Schahin, defendeu a veracidade dos contratos de embriões bovinos e disse que foi uma “coincidência” a quitação do empréstimo de R$ 12 milhões na véspera da assinatura do contrato do Vitória 10000.

O mais importante, porém, é que Bumlai revelou a existência de um documento de “confissão de dívida no valor de R$ 60 milhões” que lhe foi encaminhada pelo Banco Schahin com a papelada de quitação do primeiro empréstimo.

Nestor Cerveró contou em sua delação que o PT terminou a campanha de Lula em 2006 com uma dívida de R$ 60 milhões com o Banco Schahin e que a quantia foi rebatida da propina paga pelo contrato do Vitória 10000.

Bumlai tem em mãos uma prova fundamental contra Lula.

Faça o primeiro comentário