ACESSE

Cabral deve questionar sentenças de Bretas com base em decisão favorável a Flávio Bolsonaro

Telegram

Pela lógica aplicada na decisão que deu “foro privilegiado retroativo” a Flávio Bolsonaro, Sérgio Cabral não poderia, em tese, ter sido julgado por Marcelo Bretas, que é juiz de primeira instância, registra Fausto Macedo.

Como estava no cargo quando praticou os crimes, o ex-governador do Rio teria direito, segundo o entendimento formado hoje —contrário ao entendimento do STF sobre foro especial–, a responder no STJ.

A defesa de Cabral já tenta obter informações sobre a decisão no caso de Flávio, para estudar uma forma de reivindicar o mesmo direito. Preso desde novembro de 2016, o ex-governador do Rio foi condenado 13 vezes e suas penas já somam 280 anos de prisão.

O atual advogado do filho 01 de Jair Bolsonaro, Rodrigo Roca, já defendeu Sérgio Cabral.

Comentários

  • Marcelo -

    Verdade o caso Cabral é igual ao do lula. Não tem provas , a única diferença que Lula está SOLTO.

  • Flavio -

    Nao quero ver bolsonarista aqui xingando o cabral(se o Flávio pode pq o cabral não pode ,são todos bandidos)E AGORA GADOS COMO FAZ KKKK

  • Flavio -

    Se algum bolsonarista reclamar kkk(AI ESTA PROVADO QUE FICARAO IGUAL OS PETISTA ,TEM BANDIDO DE ESTIMAÇAO)

Ler 31 comentários