Cabral é condenado de novo, e suas penas somam 215 anos de prisão

Marcelo Bretas condenou Sérgio Cabral mais uma vez hoje. Com a nova sentença, de 18 anos de prisão por corrupção passiva, as penas do ex-governador do Rio na Lava Jato já somam 215 anos e 11 meses, informa O Globo.

Também foram condenados o empresário Marco Antônio de Luca (32 anos por corrupção, lavagem de dinheiro e pertencimento a organização criminosa) e o operador Luiz Carlos Bezerra (8 anos e 3 meses), acrescenta o jornal carioca.

De Luca é acusado de ter pago propina para ser favorecido no fornecimento de merenda para escolas e “quentinhas” para presídios do estado.

Segundo o MPF, de janeiro de 2007 a novembro de 2016, a propina a Cabral em razão dos contratos firmados por De Luca com o governo fluminense superou os R$ 16,7 milhões.

EXCLUSIVO — A 1ª ENTREVISTA DE MORO APÓS A PRISÃO DOS HACKERS. Saiba mais
Mais notícias
TOPO