Cabral é réu na Lava Jato pela 15ª vez

O juiz federal Marcelo Bretas aceitou nova denúncia do Ministério Público Federal contra Sérgio Cabral, que se tornou réu na Lava Jato pela 15ª vez.

A nova denúncia está relacionada à Operação Unfair Play, que investiga a compra de votos para que o Rio sediasse a Olimpíada em 2016.

O ex-governador do Rio é acusado de receber US$ 10,4 milhões em propina do empresário Arthur Soares Filho, o “Rei Arthur”, e ocultar o valor no exterior.

O empresário, o ex-secretário de Saúde Sérgio Côrtes e outras cinco pessoas também responderão ao processo.

Cabral, que está preso desde novembro, foi condenado por Bretas a mais de 45 anos e por Sérgio Moro a mais de 14 anos de prisão. “Rei Arthur” está foragido.

Deixe seu comentário

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem;

Ler 14 comentários
  1. Fique triste não , Cabral ; a Adriana Anselmo jurou que vai esperá-lo o tempo que for . Com 84 anos ainda dá pra curtir bem a vida . Ainda bem que ela é uma esposa honesta e compreensiva .Enquanto isso , basta contar os dias , o ano de 2047 não vai demorar .

    1. e também lembrar ao santo juiz do leilão que ele determinou que fosse feito e engavetaram. Ninguém toca mais nesse assunto.

  2. Só uma curiosidade de um carioca. Neste período em que o Cabral estava estuprando o Rio de Janeiro, o que fazia o MPE – Ministério Público Estadual? Não viu nada não? Caramba!!!

    1. É verdade também que o próprio povo carioca nesse tempo costumava cantar “EU SOU BRASILEIRO COM MUITO ORGULHO E COM MUITO AMOR”? Freud conseguiria explicar?