Cabral quis propina mesmo depois de deixar o governo

Telegram

Carlos Miranda, operador do esquema de Sérgio Cabral, disse em delação premiada que o ex-governador do Rio quis receber propina mesmo depois de deixar o governo, informa a TV Globo.

“Nos últimos 2 anos, 2015 e 2016, o valor era em torno de 300 a 400 mil reais por mês de propina. (…) O Sérgio Cabral me disse que, logo após a eleição do governo, ele contava com o [Marco Antonio] De Luca [fornecedor do comitê da Olimpíada Rio-2016] pra receber propina. E disse que uma das formas que teve para ajudar o De Luca a ter recursos para repassar pro Sérgio, foi indicar o De Luca pra algum serviço na Rio-2016. Não sei qual é o serviço, mas o Sérgio me disse que conseguiu colocar ele pra alguma coisa da Olimpíada.”

 

Comentários

  • José -

    Depois da entrevista de Marcinho VP dizendo o velhaco,traira,bandidão q é o cabral não precisa mais nada!! qualquer nova revelação dele não surpreende mais ninguem

  • Luizs -

    Para mim, cabral continua recebendo propina até hoje.

  • g -

    Carlos Miranda, o "homem da mala" de Sérgio Cabral, seu operador e que fechou acordo de delação sobre o esquema criminoso do bando, em depoimento à Lava Jato do Rio disse que havia até "saldo devedor de propina"... uma espécie de "restos a pagar" do crime, mesmo com Cabral já fora do governo, em 2014, tendo assumido seu vice, Pezão, no seu lugar... impressionante!!

Ler 24 comentários