Assine
Acesse
Acesse o Antagonista+ Acesse a Crusoé

Caiado desmente Bolsonaro sobre ICMS dos combustíveis

Governadores próximos ao presidente têm ido às redes para relembrar que imposto estadual está há anos sem reajuste
Caiado desmente Bolsonaro sobre ICMS dos combustíveis
Foto: Isac Pereira da Nóbrega/PR

O governador de Goiás, Ronaldo Caiado (DEM), foi ao Twitter nesta segunda (30) desmentir o presidente Bolsonaro sobre o papel do ICMS no preço dos combustíveis.

“A alíquota que é cobrada em Goiás é a mesma desde 2016. Não fizemos nenhum reajuste. O imposto é o mesmo do ano passado, por exemplo, em que a gasolina custava até menos de R$ 4,00,” escreveu o governador nesta manhã, sem citar o nome do presidente ou o governo federal.

“O ICMS do álcool de Goiás é o 5º mais barato. O aumento da gasolina nunca foi culpa do Estado, porque o reajuste é feito pela Petrobrás, seguindo o valor do dólar. Só neste ano, a Petrobrás já subiu em mais de 51% os combustíveis no País. Enquanto for assim, o preço vai subir”, acrescentou.

Caiado é pelo menos o segundo governador a publicar mensagem sobre ICMS e combustíveis nos últimos dias.

Na sexta passada (27), foi a vez de Romeu Zema, também próximo a Bolsonaro. “Não houve nem haverá aumento de impostos na minha gestão. O ICMS dos combustíveis em Minas é o mesmo desde 2018, quando a gasolina era R$ 4”, escreveu o mineiro.

Desde que tomou posse, em 2019, Bolsonaro joga a culpa do preço dos combustíveis nos governadores. Nas últimas semanas, tem renovado os ataques.

Leia mais:

Bolsonaro volta a jogar preço dos combustíveis no colo dos governadores

Bolsonaro culpa governadores e prefeitos por alta da inflação

Mais notícias
TOPO