ACESSE

Caiado, o ex-presidenciável: "Eu tentei"

Telegram

Após dois meses fora do “campo de batalha”, como ele mesmo diz, o senador Ronaldo Caiado conversou com O Antagonista.

Foi a primeira entrevista depois da queda de uma mula, que o obrigou a passar por cirurgias e a ficar de repouso. Nesse tempo, o DEM decidiu mesmo não apoiá-lo ao Planalto em 2018.

“Eu tentei. Dizer que eu não tentei, não. Eu tentei. Mas essa não foi a opção do partido. Apresentei meu nome e algumas lideranças disseram que era só uma coisa pessoal minha. Eu não poderia continuar levando aquilo adiante sem o respaldo do meu próprio partido. Não poderia ficar totalmente à deriva.”

Caiado disputará o governo de Goiás no ano que vem. Vai enfrentar o atual vice de Marconi Perillo, José Eliton.

O senador afirmou que respeita a decisão do DEM de não abraçar a sua candidatura para a Presidência, garantiu que não trocará de partido, mas ao tocar no assunto não conseguiu esconder uma certa insatisfação:

“Diante de todos os envolvimentos dos ministros do presidente [Michel] Temer [em escândalos] e dele mesmo… Fui vencido nessa discussão. Ou seja, o partido preferiu não antecipar o processo eleitoral e continuar no governo.”

Comentários

  • Leandro -

    Seria opção melhor que todos os nomes que estão aí nas pesquisas até agora.

  • André -

    O DEM faz muita merd@, e uma delas é deixar de apoiar o Caiado para presidente!!! Caiado é uma cara de Direita, com formação academcica, inteligente, honesto e conheça a política brasileira. Caiado seria um ótimo presidente!!! DEM só faz merd@!!! Faz tanta, que ainda quer chamar o Luciano Huck para ser presidente! Que merd@! Que merd@! Que merd@!

  • DeSacoCheioEstou -

    Eu acho que era a mula que estava montada no Caiado. Coitada da mula.

Ler 53 comentários