Assine
Acesse
Acesse o Antagonista+ Acesse a Crusoé

'Calamidade pública' faz Fachin barrar reintegração de posse no Rio

Caso a ordem fosse mantida, cerca de 2 mil moradores de Campos dos Goytacazes seriam despejados de residências do programa Minha Casa Minha Vida
Calamidade pública faz Fachin barrar reintegração de posse no Rio
Foto: Antonio Cruz/Agência Brasil

O ministro do STF Edson Fachin suspendeu uma reintegração de posse em um conjunto habitacional na cidade de Campos dos Goytacazes, no Rio de Janeiro.

Ele atendeu a uma liminar da Defensoria Pública da União para barrar a ação de despejo de residências do programa do governo Minha Casa Minha Vida, que estava agendada para ontem.

A ação foi ajuizada pela Caixa Econômica Federal junto da empresa Realiza Construtora contra os moradores que ocupam imóveis no Conjunto Habitacional Novo Horizonte I, II e III. Caso a ordem fosse mantida, aproximadamente duas mil pessoas seriam despejadas.

Fachin informou que sua decisão foi embasada na medida cautelar deferida pelo ministro Luís Roberto Barroso que suspendeu por 6 meses as ordens ou medidas de desocupação de áreas que já estavam habitadas desde antes de 20 de março de 2020, quando foi aprovado o estado de calamidade pública devido à pandemia. 

Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO