Calero ao Fantástico: “Me choca que interesses particulares possam prevalecer”

A entrevista de Marcelo Calero ao Fantástico é contundente. Segundo ele, Michel Temer usou seu cargo para pressioná-lo a satisfazer o interesse de Geddel Vieira Lima em relação ao caso La Vue.

“Eu expliquei o que estava acontecendo. Disse que não tinha conseguido atendê-lo (Geddel) e achei que contava com o respaldo do presidente. Na quinta, recebi ligação do Palácio do Planalto. Quando cheguei, já era outro o clima. A abordagem já era outra. O presidente estava sozinho. Ele disse: ‘Marcelo tenho muito apreço por você, mas essa decisão do Iphan nos causou estranheza, pois me criou dificuldades operacionais.”

Temer, segundo Calero, disse que Geddel teria ficado muito irritado com a decisão do Iphan contra a obra do La Vue.

Calero disse ao Fantástico que só gravou uma ligação de Temer para seu gabinete e fez questão de manter a conversa em tom protocolar. Quanto aos demais ministros, ele disse que não pode falar para não prejudicar as investigações.

“Não desejava isso para mim, não desejava isso para o governo. O Brasil vive um momento de crise muito grave. Mas me choca que interesses particulares ainda possam prevalecer. Eu jamais faria qualquer negócio para preservar cargo nenhum.”

Faça o primeiro comentário