Calero ao Fantástico: “Servidor tem que ser leal, não cúmplice”

Marcelo Calero repetiu a versão de que Michel Temer o pressionou a buscar uma saída jurídica para o caso junto à AGU.

Segundo Calero, Temer elogiou a ministra Grace Mendonça. “Ela tem conhecimento jurídico muito bom. É muito preparada e vai poder resolver essa questão de maneira que fique bom para todos.”

O ex-ministro também foi pressionado no mesmo sentido por Eliseu Padilha e seu subsecretário de assuntos jurídicos, Gustavo Rocha. “Queriam que eu criasse uma chicana para que o caso fosse levado à AGU.”

Ele rebateu a “boataria” de que tivesse pedido um encontro com Temer para, deliberadamente, gravá-lo “de maneira ardilosa”.

“Não sou leviano. Acho que o servidor público tem que ser leal, mas não pode ser cúmplice.”