ACESSE

Câmara adia votação de socorro a empresas de ônibus

Telegram

Rodrigo Maia adiou a sessão da Câmara desta tarde para reunir lideranças e conseguir acordos para votações de quatro propostas.

Um dos projetos que estavam na pauta é um auxílio de R$ 4 bilhões para empresas de transporte coletivo dos estados.

Maia tentou aprovar esse socorro às empresas em um jabuti incluído na MP de auxílio a estados e municípios. Na ocasião, o PSOL e o Novo apresentaram resistência à proposta, que foi retirada da medida provisória e incluída em um projeto de lei.

Foram adiadas para a próxima semana as votações do projeto que aumenta penas de crimes contra a administração pública cometidos durante a pandemia e uma proposta que altera as regras de recuperação judicial.

Outro PL que estava na pauta era o da criação do TRF-6, em Minas Gerais. Como mostramos, a oposição obstruiu por duas horas a votação das propostas.

Leia mais: Exclusivo: a casa secreta de Brasília onde ministro conspira contra ministro

Comentários

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem. Em respeito a todos os leitores, não são publicados comentários que contenham palavras ou conteúdos ofensivos. Tempo de publicação: 4 minutos
Ler 2 comentários