Câmara adia votação do PL do trânsito, e Planalto quer agilidade

Câmara adia votação do PL do trânsito, e Planalto quer agilidade

A Câmara adiou a votação do projeto de lei que altera o Código de Trânsito Brasileiro (CTB), prevista para hoje.

A proposta, que deve ser analisada amanhã, seria votada após uma série de medidas provisórias que estavam na pauta prestes a caducar.

O projeto que amplia para dez anos a validade da carteira de motoristas com menos de 50 anos de idade foi aprovado na Câmara em junho. O texto voltou à Casa após o Senado aprovar 12 mudanças na proposta.

O relator Juscelino Filho (DEM) acatou oito alterações dos senadores. A principal delas, proposta por Fabiano Contarato (Rede), mantém pena de prisão ao motorista embriagado que tenha provocado acidente grave.

A articulação política do Planalto dá prioridade à proposta. A ideia é que Jair Bolsonaro sancione o novo Código de Trânsito nos próximos dias, durante a Semana Nacional do Trânsito, que se encerra na sexta (25).

Leia mais: Diogo Mainardi: o interesse de Bolsonaro, Gilmar e Toffoli pelo jornalismo independente
Mais notícias
Comentários
Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem. Em respeito a todos os leitores, não são publicados comentários que contenham palavras ou conteúdos ofensivos. Tempo de publicação: 4 minutos
Ler 6 comentários
TOPO