ACESSE

Câmara aprova texto-base da MP que permite reduzir jornada e salário

Telegram

A Câmara aprovou na noite desta quinta (28) a MP 936, que permite acordos para suspender contratos ou reduzir jornada e salário na crise do novo coronavírus e prevê pagar um benefício emergencial aos trabalhadores.

Os partidos do Centrão deram apoio ao governo Bolsonaro e à equipe econômica para evitar a mudança de cálculo do valor do benefício proposta pelo relator da MP, Orlando Silva, que chegou a ser aprovada na votação do texto-base.

O deputado do PC do B queria ampliar o valor máximo do benefício para três salários mínimos (R$ 3.135). A alteração traria um custo adicional de R$ 23 bilhões –como está, o programa já tem custo de R$ 51,2 bilhões.

A proposta ainda precisa passar pelo Senado.

Leia também: Quais líderes estão se saindo bem na pandemia?

Comentários

  • Luiz -

    Funcionários públicos fazem parte da medida?

  • PMFilho -

    Como vemos, o Centrão pode ser o pior inimigo ou melhor aliado de um governo, desde q pague o preço. Há 30 anos esse preço vem sendo pago por diferentes governos. É o sistema.

  • Mata -

    B0STANARO DEVERIA CORTAR O SALARIOS E BENEFICIOS DOS SERVIDORES MAS PREFERE INCENTIVAR OS POBRES TRABALHAR P PAGAR IMPOSTOS

Ler 3 comentários