Câmara do Rio exonera os 20 funcionários do gabinete de Jairinho

Câmara do Rio exonera os 20 funcionários do gabinete de Jairinho
Reprodução/Facebook/Vereador Jairinho

Todos os funcionários do gabinete de Dr. Jairinho na Câmara Municipal do Rio de Janeiro foram exonerados nesta sexta-feira (7), informa Lauro Jardim.

Ao todo, eram 20 pessoas: 18 em cargos comissionados e duas em funções gratificadas. De acordo com o regimento da Câmara do Rio, a partir de 30 dias na condição de preso, o parlamentar perde o direito a ter gabinete.

Preso há um mês, o vereador se tornou ontem réu por tortura e homicídio triplamente qualificado do menino Henry Borel, de 4 anos. A mãe de Henry, Monique Medeiros, também teve a denúncia aceita pela Justiça.

Jairinho, que deve ter seu mandato cassado, será afastado oficialmente da Câmara a partir desde domingo (9).

Leia mais: Assine a Crusoé, a publicação que fiscaliza TODOS os poderes da República.
Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO