ACESSE

Câmara esvazia ainda mais pacote de Moro

Telegram

O grupo de trabalho da Câmara que analisa o pacote anticrime rejeitou hoje várias medidas importantes propostas por Sergio Moro para combater as facções.

Não será possível instalar câmeras em locais públicos, para investigar uma suspeita, sem autorização judicial. Uma conversa gravada sem crivo do juiz não poderá ser usada para acusar alguém, só para defender.

Presos ligados a facções nas penitenciárias não terão as penas aumentadas, como previa a proposta. Também caiu a possibilidade de gravar as conversas de advogados com advogados, por autorização da Justiça.

O grupo de trabalho da Câmara é o túmulo do pacote anticrime.

Que causas podem compartilhar a petista Gleisi Hoffmann e e o líder do DEM, que comanda três ministérios do governo Bolsonaro? Mais aqui

Comentários

  • Paulo -

    Quem sao estes FDPs

  • Cláudia -

    Muito interessante.... isso só confirma que realmente muitos políticos estão comprometidos com a bandidagem....

  • HENRIQUE -

    O que sobrou nesta MERDA que a Câmara fez??????

Ler 165 comentários