Câmara inicia processo que pode levar à cassação de Flordelis

Câmara inicia processo que pode levar à cassação de Flordelis

A Mesa Diretora da Câmara iniciou nesta terça (1º) o processo que pode levar à cassação de Flordelis, do PSD do Rio, apontada por MP-RJ e Polícia Civil como a mandante do assassinato do marido, o pastor Anderson do Carmo.

Ao mesmo tempo, informa a Folha, os deputados decidiram apresentar um projeto de resolução para reativar o Conselho de Ética, onde a abertura da ação contra a deputada-pastora será analisada –em razão da pandemia da Covid-19, o conselho não vem fazendo reuniões.

A Mesa enviou à Corregedoria Parlamentar a denúncia feita pelo deputado Léo Motta, do PSL-MG, contra Flordelis, assim como os documentos encaminhados pelos advogados da deputada.

A Corregedoria emitirá um parecer e devolverá o documento à Mesa, para que encaminhe ou não representação contra a pastora ao Conselho de Ética.

Cabe ao conselho dar andamento ao processo de cassação ou arquivá-lo. Se o pedido for aprovado, são necessários ao menos 257 votos para que o plenário da Câmara casse o mandato de Flordelis.

Leia mais: OS R$ 42 MILHÕES DO ADVOGADO DE BOLSONARO
Mais notícias
Comentários
Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem. Em respeito a todos os leitores, não são publicados comentários que contenham palavras ou conteúdos ofensivos. Tempo de publicação: 4 minutos
Ler 5 comentários
TOPO