Câmara não consegue despejar 20 ex-deputados de apartamentos funcionais

Dois meses após terminarem seus mandatos, um grupo de 20 ex-deputados continua ocupando apartamentos funcionais da Câmara, informa O Globo. O prazo-limite para que todos liberassem os imóveis expirou em 2 de março.

Para garantir o direito dos novos congressistas à moradia, a Câmara decidiu entrar na Justiça para despejar os atrasados, caso eles ignorem um novo alerta de despejo que será disparado nos próximos dias.

Além das notificações, todos os 20 ex-deputados já estão sendo multados diariamente em R$ 141 pela Casa, o que perfaz R$ 4.253 por mês.

Segundo o jornal carioca, entre os políticos que constam na lista de atrasados estão o atual ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, e o ex-ministro Maurício Quintella, que comandou os Transportes na gestão Michel Temer.

Comentários

  • Mrs.Robinson -

    Onde está a autoridade é aquele mau humor eterno do Rodrigo “ Mala “ p desespejar os folgados ??

  • Afonso -

    Acho que o valor do apartamento é o dobro disso! Tem que cobrar todas as perdas e danos pela demora!

  • -

    A Milícia Legislativa serve pra que ?

Ler 70 comentários