Assine
Acesse
Acesse o Antagonista+ Acesse a Crusoé

Câmara prevê efeito-cascata em decreto do teto, que beneficiou Bolsonaro

Comissão de Fiscalização Financeira e Controle aprovou requerimento para que Paulo Guedes explique a portaria, que contempla todos os servidores do Executivo federal
Câmara prevê efeito-cascata em decreto do teto, que beneficiou Bolsonaro
Foto: Alan Santos/PR

A Câmara dos Deputados passou a se mobilizar contra a portaria do governo que possibilitou que servidores públicos recebam salários acima do teto constitucional, atualmente em R$ 39,2 mil.

A Comissão de Fiscalização Financeira e Controle da Casa aprovou requerimento para que Paulo Guedes explique a portaria e alegou que ela pode provocar um efeito-cascata nos salários da administração pública.

A nova norma, publicada no fim de abril pelo Ministério da Economia, contempla todos os servidores do Poder Executivo federal e beneficia Jair Bolsonaro, Hamilton Mourão e ministros.

LEIA AQUI a reportagem de Patrik Camporez na Crusoé; assine a revista e apoie o jornalismo independente.

Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO